De Malas para o Mundo
Como economizar,  Dicas de Viagem

Aprenda como planejar uma viagem hoje!

Como Planejar uma viagem? Normalmente essa é a primeira pergunta que muitas pessoas fazem quando querem viajar, principalmente para um destino internacional ou um lugar mais distante no Brasil. Isso porque viajar é empolgante, mas ao mesmo tempo complexo. Por isso, o planejamento de viagem é uma etapa bastante importante, pois ela envolve guardar dinheiro, escolher um destino, onde ficar, quais lugares visitar, entre outras coisas.

E a organização da viagem se torna ainda mais importante pois o tempo que você têm para aproveitar um destino é curto, então temos que escolher com sabedoria quais lugares visitar, e quais ficaram para uma próxima vez.

Então, ainda não sabe como planejar uma viagem? Veja neste artigo todas as dicas sobre esse assunto!

Como planejar uma viagem: passo a passo

Basicamente, planejar uma viagem é definir o destino, hospedagem, tipo de transporte, alimentação, passeios e locais para visitação. Além disso, no planejamento de viagem também é importante definir todas as etapas antes dessa experiência, como passaporte, visto, seguro-viagem, entre outras coisas.

Por isso vou compartilhar com você as 7 etapas básicas que eu utilizo para organizar uma boa viagem:

Planejar uma viagem roteiro

1. Escolha o destino (ou destinos) e defina quanto tempo ficar

Para escolher o destino perfeito tenha em mente seu objetivo, quanto dinheiro você poderá gastar, quais são as atividades que você gostaria de participar, entre outras coisas.

Outra coisa que você precisará definir em seu planejamento de viagem é quanto tempo ficará no destino ou destinos escolhidos. Será apenas uns dias? Uma semana? Um mês? Tenha essa resposta em mente para avaliar as opções de passeios e atividades no destino escolhido.

Além disso, é importante considerar a época do ano em que você fará a viagem, para saber a estação e ter uma ideia de como será o clima. Afinal, um destino pode mudar muito dependendo da época do ano. Por exemplo, em locais que nevam, no verão o clima e as atrações disponíveis podem ser completamente diferentes do inverno.

Portanto, para te ajudar nessa decisão, tenha alguns critérios ao escolher e liste quais são seus destinos favoritos. Nesse contexto, você pode procurar aqui no blog outras dicas de destinos para te ajudar em sua escolha, como destinos internacionais baratos, países que já visitei, entre outros artigos.

Kit completo planejamento viagem
O melhor kit de planejamento de viagem agora gratuito.

2. Organize suas finanças

Agora que você já sabe para onde deseja viajar é importante organizar suas finanças. Um bom planejamento de viagem deve responder: quanto dinheiro levar? Quanto você pode gastar na viagem? Quanto a viagem irá custar no total? Onde e quando fazer a compra de moedas? Usará dinheiro em espécie ou cartões para pagamento? Entre tantas outras informações financeiras.

Agora como o objetivo desse artigo não é te deixar com mais dúvidas e sim te ajudar de verdade a planejar uma viagem, vou deixar aqui algumas dicas valiosas.

Planejar uma viagem: Finanças – 3 dicas importantes

Primeiro, faça um orçamento aproximado de quanto custará a sua viagem pelo site quantocustaviajar. Esse site é uma dica que passo para os alunos do meu curso, pois de forma simples você consegue ter uma ideia de quanto custa ficar em um determinado destino por um período de tempo. Pois ele já calcula o preço das passagens, hotel, transporte, atrações e alimentação. Isso vai te poupar muito tempo e ajudar a ter um objetivo financeiro mais claro.

Segundo, o que é melhor para usar no exterior, dinheiro ou cartão? Essa é uma pergunta difícil de responder, então vou te falar o que eu faço. Depois de definido meu destino e quanto pretendo gastar eu levo cerca de 50% em moeda local ou dólar e o restante deixo na conta para ir sacando quando necessário durante a viagem. Além disso, uso o cartão de crédito apenas para pequenas compras ou coisas que estavam fora do roteiro mas acabam acontecendo, sejam elas boas ou algum problema inesperado.

Terceiro, como eu faço a compra dessa moeda? A parte em dinheiro vou comprando aos poucos, durante 6 meses ou 1 ano antes da viagem. Assim me protejo caso o dólar ou a moeda local suba muito de valor. O restante eu deixo na conta e vou sacando nos caixas eletrônicos em moeda local, isso é algo simples e quase todo banco oferece esse serviço em seus cartões internacionais. Dessa forma eu aproveito caso o dólar ou a moeda local se desvalorize em relação ao Real e divido um pouco o risco caso seja roubado ou perca o dinheiro.

planejamento-financeiro

Leia também: Países que não precisam de visto: 29 destinos.

Planejar uma viagem: Cuidados

Além disso, nunca deixo todo o dinheiro no mesmo local, fico com um pouco, deixo um pouco com minha esposa e divido o restante nas malas. Assim também tenho um risco menor de perder tudo. Lembrando que, não deixo dinheiro nas malas durante os voos e que sempre uso doleira para carregar o dinheiro e o passaporte.

Nos principais destinos dos brasileiros, como EUA e Europa, é difícil ser assaltado com uma arma como acontece aqui. Na maioria das vezes são furtos que acontecem sem você perceber, pelos chamados pickpocket ou batedor de carteiras. Então sempre deixe seu dinheiro e passaporte na doleira, sempre. Isso é essencial!

Planejar uma viagem: Cuidado com os gastos

Agora lembre-se, seu objetivo deve ser viajar sempre, então não gaste mais que o necessário apenas para se mostrar para amigos ou nas redes sociais. Um exemplo que posso citar aqui foi a minha viagem a Veneza. Tinha a intenção de passear de gôndola pelos canais da cidade, mas chegando lá não achei um experiência que realmente iria acrescentar tanto e o preço estava muito alto, então simplesmente decidi não fazer o passeio.

Porque voltar de uma viagem com dividas e meses de prestações para pagar pode te desanimar a continuar nesse caminho e conhecer outros lugares. Então faça uma viagem tranquila, com coisas que você gosta e dentro da sua realidade.

Mas cuidado, deixar de fazer alguma coisa que você ou alguém do grupo quer muito apenas para economizar pode te deixar frustrado e arrependido na volta. Então pense bem e decida de acordo com o que realmente é importante para o grupo.

Agora se quiser aprender algumas dicas mais espertas de como economizar para viajar e durante as viagens veja também esses artigos: Como juntar dinheiro para viajar? Aprenda hoje! e Quer Viajar barato pelo mundo? Eu te ajudo.

Juntar dinheiro para viajar -Mapa

3. Escolha um local para hospedagem

Sabendo o destino da sua viagem, é preciso definir onde será a hospedagem. Mas antes de escolher o local onde vai descansar, pense na segurança, localização, proximidade com os meios de transporte, valor da diária, conforto e todas as suas necessidades para acomodação. Planejar uma viagem é pensar em tudo antes da sua escolha.

Eu, por exemplo, viajo com minha esposa e filho, então evito ficar em Hostel ou albergues para ter mais conforto e privacidade. Se esse não for o seu caso, essa pode ser uma ótima opção. Porém para economizar costumo usar o Airbnb ou alugar apartamentos pelo Booking ou Hoteis.com. Outras opções para achar hospedagem são no Hurb (Hotel Urbano) e no Google Maps.

Uma boa dica nesse caso é visitar sites como TripAdvisor ou no próprio Google Maps e ver a qualificação e as fotos de pessoas que se hospedaram no local onde você está interessado. Assim terá o ponto de vista de pessoas reais sobre o que elas acharam daquele local e das pessoas que trabalham lá.

4. Escolha as melhores formas de transporte

Como você vai da sua casa para o aeroporto? E quando chegar ao seu destino, como vai chegar no hotel? Onde exatamente fica o Hotel? Qual a melhor forma de ir do hotel para as atrações que estão no seu roteiro? São muitas perguntas né, mas tenho certeza que pode responder todas se tiver calma.

A ideia aqui é ir pensando em uma coisa de cada vez. Se tentar resolver tudo ao mesmo tempo vai ficar perdido e angustiado. Posso te falar isso por experiencia própria, na minha primeira viagem internacional deixei 2 dias para tentar organizar tudo sobre o transporte na viagem. É claro que não consegui, pois eram vários dias de viagem passando por 4 países diferentes.

Então minha dica aqui é para você fazer aos poucos e pelos trajetos mais fáceis primeiro. Sendo assim, escolha como você vai chegar ao aeroporto com a antecedência necessária e como vai voltar do aeroporto para sua casa. Além disso, não se esqueça que o voo pode chegar de madrugada, e nesse horário as opções de transporte são mais limitadas.

Depois estude um pouco sobre os melhores meios de transporte no seu destino. Procure por vídeos no Youtube, artigos, sites oficias e outras fontes que achar interessante para ter conhecimento suficiente e escolher a melhor opção no seu caso.

Uma coisa que eu sempre faço é baixar o mapa do metro em PDF e da cidade no Google Maps para ter acesso a eles mesmo sem internet. Isso já me salvou algumas vezes.

5. Monte seu roteiro de viagem

Os alunos do curso sabem como eu adoro essa parte da viagem. Agora talvez esteja pensando, “como assim adora essa parte da viagem, você nem saiu de casa”. Mas é isso mesmo, pra mim a viagem já começa quando estou fazendo o roteiro, chamo essa parte de “roteiro terapia”. Se deixar passo dias vendo vídeos e lendo artigos sobre um determinado destino, conhecendo tudo e descobrindo as novas experiencias que poderei ter.

Porém isso é apenas a teoria, montar um bom roteiro exige paciência e conhecimento. Algo que fui aprimorando durante os últimos anos com horas de estudo e prática. E agora vou passar algumas dicas que aprendi.

Planejar uma viagem: Dicas de Roteiro

Seja organizado: planejar uma viagem exige isso. Quando ler algo ou ver um vídeo que achar essencial crie uma pasta de favoritos no seu navegador e salve ele lá. Crie também arquivos de com as melhores atrações, restaurantes e dicas que encontrar.

Use o My Maps do Google para criar seus roteiros. Essa é uma ferramenta maravilhosa e gratuita, mas um pouco complexa para explicar aqui. Para ter uma ideia tenho 2 aulas no curso só sobre ela. Mas não se preocupe, basta clicar no link acima e o próprio Google vai te ensinar algumas coisas.

Lembre-se, tempo e dinheiro são recursos limitados em uma viagem. Então terá que fazer escolhas que nem sempre são fáceis. Já tentei fazer um roteiro com uma programação lotada de atrações, pois não queria perder nada e foi uma experiencia muito ruim. As coisas acabam saindo do controle, você fica muito cansado, desanimado e não aproveita como deveria. Ter um roteiro muito cheio é tão ruim como ter um roteiro vazio e fraco, então tenha bom senso. Aproveite com intensidade o que decidir conhecer e deixe o restante para uma próxima oportunidade.

Por último, sempre que possível compre seus ingressos online. Essa é, sem dúvidas, a melhor forma de economizar tempo e ter a oportunidade de aproveitar muito sua viagem sem gastar mais. Além disso, algumas atrações só tem vendas pela internet, como a Casa da Anne Frank em Amsterdam.

Planejar uma viagem busca

Resumindo, defina seu destino, o tempo que ficará, seu orçamento, marque sua hospedagem, escolha seu meio de transporte, elabore um calendário com as programações selecionadas, os horários, os ingressos e detalhe todas as atividades da viagem. Assim, seus dias serão bem aproveitados e você não desperdiçará o tempo pensando o que fazer ou onde ir durante a viagem.

Leia também: Dúvidas na sua primeira viagem de avião? Vem comigo!

6. Experimente coisas novas

Isso é uma coisa básica para um viajante. Pra mim, experimentar coisas novas é quase um resumo do porque eu gosto tanto de viajar. E você pode fazer isso de várias maneiras, conversando com as pessoas, visitando lugares novos, revisitando lugares para ter outros pontos de vista, caminhando “sem rumo” pelas ruas, indo a museus, parques e diversas outras coisas. Mas aqui vou focar na parte gastronômica, porque comer é uma parte muito importante da viagem.

Experimentar novas comidas, novos sabores, faz parte de uma viagem tanto como ir a atrações. Na minha opinião a comida de um lugar é uma das formas mais interessantes de conhecer aquele destino, talvez a forma mais sincera de aprender sobre ele. Agora você deve estar pensando, ele vai indicar lugares caros e restaurantes chiques cheios de turistas. E a resposta é não, pois esse não é meu estilo de viagem. Nada contra quem gosta de fazer isso, mas eu costumo fazer o seguinte para equilibrar experiências e orçamento.

Planejar uma viagem: Como eu faço

Deixo uma refeição (almoço ou janta) para fazer em um lugar barato e mais rápido, e isso pode incluir Mc´Donalds, Burger King, Subway e outros. Sendo possível tento escolher uma lanchonete local, onde eu poso encontrar uma dessas delícias da foto abaixo. Mas se for necessário não tenho problema em comer em um fast food.

Lanches durante as viagens
Lanches rápidos durante as viagens – Fonte: De Malas para o Mundo

Porém, na outra refeição, eu gosto de escolher um lugar diferente, onde posso ficar mais tempo e aproveitar a refeição. E isso nem sempre quer dizer muito caro, mas sim um local onde os moradores costumam frequentar. Um exemplo disso foi em Londres, eu queria comer um fish e chips em um lugar onde as pessoas de lá frequentavam e não onde só tem turista. Nessa procura acabei encontrando um Pub, o preço não era nada exorbitante e estava cheio de londrinos aproveitando um Happy hour pois era uma sexta. Foi ótimo, tomamos umas cervejas, comemos bem e aproveitamos um pouco da noite em Londres.

Londres Pub fish e chips
Londres – Pub – Fonte: De Malas para o Mundo

7. Cuide de toda documentação necessária

Principalmente no caso de viagens internacionais, é importante conferir quais documentos são necessários, passaporte, visto, vacinas, comprovantes e todas as demais burocracias exigidas para sua entrada naquele país.

Para descobrir tudo isso normalmente procuro notícias atualizadas em blogs especializados no assunto e também em fontes oficiais. Esse cuidado é muito importante para ter mais segurança nas informações, não aconselho acreditar apenas em artigos da internet, por melhores que sejam.

Para conseguir informações oficiais procure no site do consulado do país de destino e nesses sites do governo brasileiro, Tabelas de Vistos para cidadãos brasileiros e Seu Destino.

Além disso, se você precisa emitir visto é fundamental começar a providenciar esse item antes de comprar a passagem. E se o seu destino é os Estados Unidos, posso te ajudar ainda mais. Então leia esse artigo que escrevi com o passo a passo completo para tirar o visto para os EUA.

Como tirar o Visto Americano

Outro detalhe importante é ter tudo bem organizado em uma pasta e pronto para ser usado em sua viagem.

8. Planejar uma Viagem – Dica Extra: Faça um Seguro Viagem

O Seguro Viagem é um item muito importante independente do seu destino e em alguns lugares, como na Europa, é obrigatório. Contudo, diversos locais do mundo não possuem essa exigência, mas o seguro viagem é uma ótima garantia, principalmente para viagens internacionais.

Se algum acidente ou imprevisto acontecer ele pode cobrir gastos com atendimento médico, imprevistos financeiros, roubo de pertences ou bagagem, entre muitas outras coisas.

Agora uma dica para economizar, alguns cartões oferecem o seguro viagem de forma gratuita se você comprar a passagem de avião pelo cartão de crédito. Então antes de fazer a compra procure saber se o seu cartão oferece essa vantagem e economize um pouco.

Kit completo planejamento viagem
O melhor kit de planejamento de viagem agora gratuito.

Tem como planejar uma viagem sem erros ou imprevistos?

Sendo curto e direto a resposta é não. Erros, imprevistos e esquecimentos são comuns, contudo você pode evitar muita coisa com um bom planejamento de viagem. Por isso, ao organizar uma viagem, é preciso fazer tudo com cuidado, pensar nos mínimos detalhes e utilizar artifícios para sistematizar tudo, como listas, bloco de notas, e outros.

Para deixar mais claro vou citar um exemplo que aconteceu comigo. Na minha segunda visita a Paris decidimos ir novamente na Torre Eiffel, porém dessa vez me programei para pegar o por do sol lá em cima. Comprei o ingresso com antecedência pelo site e na hora marcada estávamos lá, porém esqueci o papel com o ingresso impresso no hotel.

Na hora bateu aquele susto, mas lembrei que tinha ele salvo em PDF no celular (sempre faço isso com ingressos, passagens, documentos, mapas de metro e tudo mais). Entretanto não sabia se seria aceito, com a cara e a coragem entramos na fila rápida para quem tem hora marcada e coloquei o ingresso no celular para mostrar ao funcionário. Ele olhou pra mim com uma expressão não muito agradável e só pude pedir desculpas, em francês, para tentar aliviar a barra.

Ele então pediu meu celular, colocou o brilho no máximo e usou um leitor código de barras para ler o código no meu celular … e deu certo. Ufa, nós conseguimos entrar e aproveitar aquele final de dia em Paris.

Paris Torre Eiffel por do sol
Paris – Vista da Torre Eiffel – Fonte: De Malas para o Mundo

Poderia contar mais algumas histórias de coisas parecidas que aconteceram comigo, mas vou deixar para outro artigo. Quero apenas mostrar que imprevistos acontecem, mesmo que você seja muito organizado. Por isso é necessário estar pronto para lidar com isso da melhor maneira possível.

Aqui no blog você encontra outras dicas que também te ajudarão a planejar uma viagem, além de aprender a economizar em suas viagens e vivenciar experiências incríveis enquanto viaja.

Já está planejando uma viagem?

Se ainda não começou, deixe nos comentários o porque, se sim escreva as atrações imperdíveis no seu destino.

Por fim, ficou com alguma dúvida? Quer compartilhar dicas que te ajudaram? Gostaria apenas conversar comigo ou com outras pessoas sobre assunto? Então deixe seu comentário abaixo. 👇

E não esqueça, se te ajudei com esse post e acha que posso auxiliar outras pessoas também, não deixe de compartilhar no WhatsApp ou sua rede social favorita. Assim você também contribui com o blog 💓!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *